2º Dia Na SHiFT

Agora não houve problemas de despertador. 8^)

Assisti ao que me interessava e falhei outras que até poderiam ser mais interessantes.

Os contactos feitos ontem à noite ajudaram ao “mingling” de hoje, mas no entanto, esta sensação mantém-se: como esta conferência segue os moldes da reboot e da LIFT, é inevitável que uma boa parte das pessoas “interessantes” já se conheçam entre si. Logo, tentar entrar nesta comunidade (a buzzword do momento), não é tarefa fácil. Acima de tudo, é importante não ter medo de ir falar com as pessoas. Porque é só isso, elas são pessoas.

NMHO, não se pode dizer que tenha havido apresentações de tecnologias novas ou revolucionárias, mas também não me parece que fosse esse o objectivo. O bom foi mesmo olharmos para o que já temos e ver porque funcionam, bem ou mal, ou mesmo vê-las de uma perspectiva bastante diferente da habitual.

Espero poder ir a, pelo menos, uma das próximas LIFT ou reboot, e com certeza estar presente na SHiFT 2007.

Agradeço muito ao Pedro e ao Hugo pela oportunidade (e já agora, à Patricia, a simpatia em pessoa), e também espero manter o contacto. Se calhar passa também por comentar mais nos respectivos blogues do que só ler o feed. :-p

A apresentação que fiz estará disponivel on-line mais tarde ou mais cedo. Aproveito para agradecer ao professor Miguel Boavida, Lilian Lehmann, Pedro Gardete, David Rodrigues e Nuno Alves por todos os inputs oferecidos.

1º Dia Na SHiFT

Como alguns devem saber, fui gentilmente convidado para falar na SHiFT sobre podcasts. A apresentação estava marcada para as 11:30h. Até aí tudo bem. Marquei os despertadores do telemóvel e do rádio para as 7h, e até aí, tudo bem. O problema foi quando acordei. Eram quase exactamente 10:30h. Olhos de espanto (porque não ouvi os despertadores?), levantar, banho, pegar no carro, voar até à Reitoria da Universidade Nova de Lisboa. Chego lá, tudo tranquilo, o tipo antes de mim ainda estava a terminar. Começo…

… Acabo. Não há perguntas da assistência. Ou fui claro ou foi uma seca descomunal. Se não fossem os slides e o texto que preparei, não faria ideia nenhuma do que disse durante.

Depois disso, vieram duas pessoas falar comigo sobre a minha apresentação: menos mau. De resto…

UAU!

Boas conferências e problemas técnicos com as video-conferências, nada de novo. Estava dificil misturar-me com os colegas oradores e assistência…

Jantar. Lá me colei-me à mesa da Henriette Weber Andersen, Martin Röell e Suw Charman. Tudo gente impecável e naquela hora do jantar formou-se o “Ugly-Pirate-Ninja Group” que ainda vai dar que falar. Ou não.

Mal posso esperar por amanhã.

Fotos em lisbonlab e opiniões, provavelmente, mais bem formadas sobre as conferências em Engrenagem.

Ontem foi uma boa noite. Produtiva… No entanto, …

Ontem foi uma boa noite. Produtiva… No entanto, não convém resolver esta equação:

3 cervejas + sangria + stress “profissional” + cansaço = sonhos mais esquisitos que já tive.

Desde terrorismo em Frankfurt a confundir familia com outras pessoas quaisquer. E já não me lembro de tudo. Weird!

The perfect set-up with the perfect ending

SMS para lá (SMSL): Tenho coisas para te dar.
SMS para cá (SMSC): Ou vens agora ao serviço e aproveito para desanuviar de um dia particularmente mau ou me dás na 6ª feira. (6ª feira = sem hipótese de momento a sós)
SMSL: A que horas sais? Já jantaste?
SMSC: 00h, só janto depois.
SMSL: (estava a escrevê-la)
SMSC: … em casa.
SMSL: Ia desafiar-te para um sushi bem frio.
SMSC: Sushi? Nada que venha da água, prefico com sotaque italiano. Fica para a próxima.


Tempo que demoro a ir buscar uma pizza e um Iced Tea à (melhor) loja mais próxima e chegar à porta do serviço.

Telefonema para lá:
Eu:
Ainda ai estás?
Ela: Deixaram-me sair mais cedo, já estou a caminho de casa.
Eu: Ah, ok… Beijinhos, então. Até 6ª.

The perfect ending(?): de volta a casa, com uma pizza 4 estações e um iced tea. Vai ser uma boa noite…

Nota: a identidade dos participantes no diálogo e o próprio diálogo foram alterados por razões de privacidade. (As if…)

Foi um bom fim de semana de férias. Cansativo, por…

Foi um bom fim de semana de férias. Cansativo, por incrível que pareça, mas acho que se fizeram progressos.

A verdade sobre o Hi5

A verdade sobre o Hi5 que todos conheciamos (mas tinhamos medo de perguntar) está agora disponivel em versão condensada aqui. A melhor parte? Eu por acaso conheço uma das personagens lá mencionadas e, apesar de não poder confirmar tudo o que dizem (pois só a conheço por afinidade), desconfio que não ande longe da verdade. Mas lá que é gira, é.

E se uma página não chega, temos a versão masculina aqui.

Obrigado ao meu querido amigo e colega bloguista Luís pelo link.

Toda a verdade…

… está aqui! E ainda dizem que sou egocêntrico…

Era tão complexado que comprava preservativos XXL …

Era tão complexado que comprava preservativos XXL e lhes dava um nó na ponta.