A música voltou ao blogue, com uma grande versão d…

The estimated reading time for this post is 24 seconds

A música voltou ao blogue, com uma grande versão de “Common People”, original dos Pulp, cantada por William Shatner (sim, o capitão Kirk) e o genial Ben Folds, que também produziu o CD todo.

A música é tirada do álbum “Has Been“, que deve ser o melhor álbum desconhecido deste ano.

P.S.: Ouvi dizer que a “mula” tinha o ficheiro completo…
P.S.2: Se comprarem o CD pela Amazon estão a dar-me uma ajudinha… 😉

8 thoughts on “A música voltou ao blogue, com uma grande versão d…”

  1. Desconhecido…não é bem assim. O disco teve reconhecimento quase que mundial, uma vez que ainda não encontrei uma critica que falasse mal do cd; além disso, também foi várias vezes promovido no Conan.
    Eu tenho o cd completo, portanto se quiseres, é só dizer.

  2. Realmente, a primeira vez que vi também foi no Conan. Mas… há sempre um mas… ter criticas boas não o faz “conhecido”. O Manuel de Oliveira tem críticas excelentes, mas não é por isso que as pessoas o conhecem ou vão ver os filmes. Mais, nunca o ouvi na rádio, logo = desconhecido.

    Eu também tenho o CD, obrigado. 8^)

  3. Faz, por acaso até o faz conhecido. Porque, caramba…é O William Shatner. Não é outro cantor qualquer, portanto isso faz dele mais conhecido à priori. Depois o facto de ter criticas boas gera um hype. Eu entrei no hype, por acaso 🙂

  4. Só por curiosidade, já mais alguém ouviu o primeiro álbum do William Shatner, o das versões do Mr. Tambourine Man e do Lucy In The Sky With Diamonds? Genial, mas por razões completamente diferentes… 😉

  5. Mafalda, entraste no hype, óptimo. Agora, a Britney Spears tem boas críticas? Mas espera, não tem um sucesso estúpido? Logo, uma coisa não está relacionada com a outra. I rest my case, porque tenho sempre razão e sou um nazi dos textos sobre podcasts. 8^P

    Luis: não ouvi, mas espero ainda ouvir.

  6. O entrar no hype era ironia, seu nazi. É em CERTOS E DETERMINADOS FORUNS , qualquer artista que tenha um buzz, ou que seja minimamente falado pela wire, ou pela nme, é automaticamente conotado como sendo hype, e logo mau. E feio.
    As coisas não estão directamente relacionadas, sim, mas porra, eu continuo a não achar que ele é desconhecido. Sure, ele não teve uma exposição mainstream-britney-spears , mas não é desconhecido, certamente, no meio em que se encaixou directamente (ao fazer uma cover dos pulp) : indie-type-of-shit.

    Anywho, o album dele é bom. Ele é fixe, e faz sempre umas aparições fantásticas no Conan, especialmente quando participa no In the Year 2000.

  7. Nas imortais palavras do capitão James T. Kirk, «Go climb a tree.» em Errand of Mercy.

    Era essa ou «KHAAAAAAAAAAAANNNNNN!!!!!!!!!» em The Wrath of Khan.

Leave a Reply