Código de Conduta

The estimated reading time for this post is 74 seconds

Como sabem, inscrevi-me há umas semanas num ginásio. Ora, como qualquer ginásio que se preze, tem um balneário, devidamente equipado com chuveiros e tomadas para as máquinas de barbear eléctricas. E é na parte dos duches que entra o código de conduta, ou se quiserem, quando saimos deles.

Como qualquer utente sabe, não há cá fatos de banho para serem usados durante o duche. Afinal, homem que é Homem não toma banho de calções. Mas apesar de tudo, existe uma regra não escrita: não olhar para niguém nu ou enquanto se está nu. Aconteceu-me a semana passada, sai do duche e reparei que estava um senhor na cabine da ponta. Até aí tudo bem, as regras estão a ser cumpridas. Mas enquanto me seco e visto, ele também sai de lá e dirige-se mesmo para o cacifo ao meu lado. Eu pensei “vamos lá a limitar o território…”, mas depois pensei outra vez e resolvi não sujar mais o chão. Adiante, continuei a vestir-me e o homem, que afinal devia ser pouco mais velho que eu, ou seja, um puto, começou a esfregar as pernas. Eu, ouvindo isto, ainda pensei em olhar, mas não queria quebrar o código! Mas o gajo continua… e eu não resisto. Olhei. Era creme hidratante. Mas que Homem é que usa creme hidratante?? Huumm? Tratei de me pôr a milhas em poucos segundos.

Leave a Reply