Hoje tenho mais uma pequena história de outro gran…

The estimated reading time for this post is 298 seconds

Hoje tenho mais uma pequena história de outro grande amigo, o Nuno. Vou deixá-la aqui tal como está, por isso perdoem os erros gramaticais, afinal, ele nem sequer mora cá na terra e o teclado não tem acentos…

Pois eh. O meu grande amigo grilo la me convenceu hoje a escrever um pequeno texto sobre algumas coisas que se acontecem por aqui em Boston. A idea em si nao me atraiu muito… mas foi o facto de escrever algumas linhas em portugues, uma lingua que raramente falo e ainda mais raramente escrevo, que me motivou. Mas enfim vamos la ver no que da. Espero que nao seja muito chato de se ler. Nao se esquecam que eu nao corrigo a minha ortografia… estou farto de dizer que, error ortograficos sao parte integrante da criatividade humana. Enfim… aqui vamos nos. Sinceramente hei de desejar um dia ter uma vida pacata, com um cao ao lado, uma ancinho na mao, a viver numa casa sub-urbana com um jardim a frente e…. (bom jah disse demais eheheeh o resto eh pessoal :)). O gang daqui de boston, alem de outras coisas, ta sempre a dizer-me que tenho um ‘magnet for wierd shit’. Nunca percebi muito bem o significado, mas tambem nunca percebi muitas coisas que se passam a minha volta (pa… ainda nao sei converter medidas metricas em medidas… ehhhhhhhh americanas). Mas vamos la ao que o grilo me pediu: um dia a dia usual do nunoman. Como hoje eh sabado, vamos la escrever sobre o que se passou ontem, pois sei que daqui a uns dias me vou esquecer de tudo. Sexta feira foi um dia mundano como qualquer outro. Como sou suposto comecar a trabalhar as 9, o meu telemovel/alarme tocou as 8:44. ehehehe Jah agora um pequeno aparte… como eu sou um quasi-cientista/engenheiro estou sempre ah procura de limites em tudo o que fasso. De maneira que desde que comecei a trabalhar, decidi a cada dia que passa, acordar 1 minuto mais tarde 🙂 ehehehehe vamos la ver quando eh que eles se comecam a chatear. Bom… mas mais uma vez, perdi-me numa tangente esquesita. Enfim.. mas tava eu a dizer… acordei para ir trabalhar, onho o meu casaco, apanho qq coisa que esta no fridge para comer durante o dia, vejo se tenho pilhas de backup para a viajem, ponho um bom cd de manowar e la vou eu. Chego a estacao de comboio e vejo que em vez de apanhar uma maca… apanhei uma cebola!!!! Oh man!!! Como eh claro atiro aquilo para o lixo, e toda a gente a minha volta da-me um daqueles ares… Enfim… este pessoal eh todo muito estranho. Mas de maneira que enquanto estava a espera do comboio vejo um daqueles, bem…. coitados com um quociete social negativo, a chatear uns quantos transeuntes. Tudo bem. Cinco minutos depois vejo uma tipa a correr para fugir do gajo… e como eh claro, o la ia ele a correr atras dela… Como ninguem fazia nada, la tive que ser eu a parar o gajo. Ponho-lhe a mao sobre a cara, o gajo para, olha para mim, eu olho para ele, ele da um passo atras, da-me um murro no peito e recomeca a correr na direccao oposta. Oh man… what a day. Chego ao trabalho por volta das 10, checko o meu email, falo com o pessoal, checko o meu email outra vez, tenho uma mini-reuniao para dar a minha opiniao em qq coisa que jah me esqueci, olho para o relogio e eh meio dia… Uau, que dia. Enfim, como aqui o pessoal come todo muito cedo… eu por osmose tambem (talk about peer presure). Entao esperei ate que o pessoal todo se pirasse da cozinha para ver se conseguia apanhar alguns restos no frigorifico sem ninguem me ver… ta’ muito frio para ir comer ao pub 🙂 Mas hoje parece que nao tive muita sorte, pois so deixaram la restos de pizzas… como la dizia o outro, mendigos nao podem ser aristocratas… e la fui eu programar clusters com um sorriso de cacador fortunado 🙂 O resto do dia foi agradavel, so meu chamaram juvenil umas duas vezes e deixei todos os meu 14 computadores a computar uns problemazitos durante o fim de semana. E como bom engenheiro que sou, a minha devocao acaba todos os dias as 4:50 🙂 Afinal tenho que guardar 10 minutos para responder ao meu email!!!

Como eh sexta feira, eu e o resto do pessoal costuma-mos ir sempre jogar futebol la para os lados da BU. E como eh costume, sempre que neva… heehe a ‘attendance’ para os nossos jogos semanais decresce exponencialmente. De maneira que so la estava um gajo de hong kong (que sabe mais de futebol em portugal que eu), um grande amigo grego chamado mario, um porto riquenho (que nao gosta de ricky martin), um gajo das bahamas (que por acaso estava acordado nessa altura), o nosso guarda redes americano … que eh um gajo mais gordo que o paradise crew todo junto e … como eh claro eu 🙂 Para variar so torci o tornozelo (eh assim que se escreve ???) 1 vez e o nosso guarda redes defendeu 3 remates em 2 horas!!! Tal facto requere uma festa. La telefonei ao pessoal todo, e fomos para casa do mario. A partir dai so tenho uma vaga idea do que aconteceu. So sei que antes de comecar as minhas experiencias quimicas/filosoficas, tive que telefonar para a minha extensao pessoal para ver se tava tudo bem (pa… eh daquelas coisas fundamentais e quasi-diarias com as quais NAO mesmo posso passar). Depois disso, o mario pos um cd dos Manowar, e foi tudo por ai abaixo. 15 pessoas, 4 garrafas de vinhaca, 3 garrafas de vodka reles, 90 cervejas cujo preco unitario eh mais barato que agua engarrafada, 1 rapariga com 16 anos que engatou um gajo a dizer que tinha 19 (beeeeeeeeeee) e 6 metalheads. Resultado…5 da manha…tudo a dormir, menos eu: bah… this sucks. Enfim… “One more beer and heavy metal, and im just fine!”.

Leave a Reply